FORMULÁRIOS E DOCUMENTAÇÃO:



DÚVIDAS FREQUENTES:

A pergunta se expande, através do botão “+” e o servidor terá acesso à resposta.

  • COMPLETEI 5 (CINCO) ANOS, NO MESMO CARGO, DESDE QUE ME INGRESSEI NO SERVIÇO PÚBLICO. NESTE CASO, POSSO TER A MINHA PROMOÇÃO?

    Não. É necessário que o servidor cumpra 5 (cinco) anos de efetivo exercício, mais 5 (cinco) avaliações de desempenho satisfatórias após a data de conclusão do estágio probatório.
  • QUANDO POSSO SOLICITAR A MINHA PROMOÇÃO POR ESCOLARIDADE?

    O servidor poderá solicitar a promoção em qualquer momento, protocolando o requerimento administrativo na recepção do prédio da Reitoria, junto com a cópia autenticada do comprovante de escolaridade.
  • O COMPROVANTE DE ESCOLARIDADE NECESSITA SER AUTENTICADO EM CARTÓRIO?

    Não. O servidor pode apresentar a cópia do documento, junto com o original, na DDRH para que seja feita a conferência.
  • QUAIS DOCUMENTOS SERVEM COMO COMPROVANTES DE ESCOLARIDADE?

    Para comprovação da escolaridade é necessário apresentar a cópia autenticada do diploma ou certificado de conclusão. Há a possibilidade também de apresentar a declaração da instituição de ensino, no entanto, este documento tem validade de 1 (um) ano para esta comprovação, sendo necessário apresentar posteriormente a cópia autenticada do diploma.
  • ESTIVE DE LICENÇA DURANTE BOA PARTE DO ANO, SEREI AVALIADO?

    Para ser avaliado é necessário que o servidor tenha cumprido no mínimo 150 (cento e cinquenta dias de efetivo exercício) durante o ano.A contagem dos dias de efetivo exercício será encerrada em 30 de novembro, sendo que os dias de efetivo exercício em um período avaliatório não poderão ser considerados nos períodos avaliatórios subsequentes.

    Não são considerados como efetivo exercício os afastamentos, as faltas, as licenças, as férias regulamentares, as férias-prêmio ou qualquer interrupção do exercício das atribuições do cargo ou função exercida.

    O servidor que não tiver o período mínimo de efetivo exercício (150 dias) não será avaliado e deverá aguardar o início do próximo período avaliatório para fins de ADI.

  • ENCONTRO-ME DE FÉRIAS DURANTE O PERÍODO DE REGISTRO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO, SOU OBRIGADO A RETORNAR DAS FÉRIAS PARA SER AVALIADO?

    O servidor que estiver de férias ou em qualquer outro afastamento legal no período de registro poderá ser CONVIDADO para fazer sua entrevista, mas não poderá ser obrigado. Caso o servidor não possa comparecer à entrevista de avaliação, a Comissão de Avaliação ou a chefia imediata, conforme o caso, deverá registrar tal fato e fazer o registro do desempenho do servidor e notifica-lo do resultado quando o mesmo retornar das férias.

  • SEREI PREJUDICADO EM MINHA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO CASO EU ESTEJA EM AFASTAMENTO PARA ESTUDOS?

    Neste caso não. Será emitido automaticamente, pelo Sistema de Avaliação de Desempenho – SISAD, um documento atestando que o servidor não foi avaliado por se encontrar afastado para estudos, atribuindo dessa forma, a pontuação mínima de 70 pontos, evitando que haja prejuízos na percepção de gratificações e/ou evolução na carreira (promoção e progressão na carreira).

  • ESTIVE DE LICENÇA DURANTE BOA PARTE DO ANO, TEREI DIREITO A PROGRESSÃO?

    Um dos requisitos necessários para a progressão é a avaliação de desempenho. Caso esse período de licença não tenha impedido de obter a nota satisfatória, o servidor poderá ter a progressão, desde que possua também os 2 (dois) anos de exercício no mesmo grau e nível.